Categoria

Dicas Fit

Dicas Fit

18 dicas para te ajudar a ter uma ótima noite de sono

novembro 13, 2019
dicas para uma boa noite de sono

18 dicas para te ajudar a ter uma ótima noite de sono

 

 

Ter uma ótima noite de sono é fundamental para garantir o equilíbrio do seu corpo. Dormir bem estimula a produção de serotonina, hormônio que faz com que você sinta a sensação de prazer. Além disso, inibe a produção do cortisol, responsável pelo stress.

Desse jeito, a qualidade sono melhora o humor e aumenta a disposição, além de aumentar a sensibilidade à leptina, o hormônio capaz de informar ao organismo a ausência da fome.

Pesquisas comprovam que nos dias que dormimos mal, comemos mais. Também ocorre a redução de GH, a consequência é a perda de massa magra e aumento do tecido adiposo. 

 

Só vantagens em manter uma boa noite de sono, não é? Continue lendo que a nutri dá ótimas dicas de como dormir melhor.

 

Orientações para uma noite de sono com qualidade

 

A recomendação para aproveitar todos os benefícios de uma boa noite de sono é que se durma em média 8 horas por dia. Assim, você se sente mais disposto para as atividades cotidianas, estimula o ganho de massa magra e melhora sua qualidade de vida. 

Mas a quantidade dessas horas pode variar de pessoa para pessoa. Um dos fatores para essa variação são os hábitos e estilo de vida. Acompanhe as dicas e tire o melhor proveito da hora de dormir.

 

  • Garanta que o quarto esteja escuro e silencioso.

 

  1. Mantenha o ambiente em uma temperatura agradável. Não muito fria, nem muito quente.
  2. Não vá pra cama com laptops, tablets ou celulares.
  3. Evite assistir televisão, na cama, antes de deitar para dormir.
  4. Evite a presença de pontos de luz no ambiente. (“stand by” de televisão, routeador de TV a cabo, aparelhos de DVD e Blue Ray etc.)
  5. Evite deixar o aparelho de celular muito próximo à cama.
  6. Deixe o telefone com a tela virada para baixo, a fim de evitar que a chegada de mensagens e notificações durante a madrugada emita luzes.
  7. Garanta que seu celular esteja no modo “não perturbe”, para não emitir ruidos. Não te preocupes, o alarme irá tocar no horário programado mesmo assim e, duas ligações seguidas do mesmo número irão fazer barulho também.
  8. Não consuma bebidas estimulantes : como café, chá verde, chá preto, erva mate, refrigerantes a base de cola e guaraná após às 17h.
  9. Evite consumo de líquidos pelo menos 2h antes de ir se deitar.
  10. O consumo de bebidas alcoólicas podem até dar sensação de relaxamento, mas o álcool piora a qualidade do teu sono. Evite o consumo.
  11. Não vá deitar com fome.
  12. Quando chegar em casa no final do dia, evite acender muitas luzes. Mantenha a casa clara apenas o suficiente para que você consiga exercer as tarefas. Ambientes muito iluminados à noite confundem nosso cérebro, atrapalhando a produção de hormônios que induzem o sono.
  13. Consumir os seguintes chás antes de dormir: Chá de erva cidreira/camomila/maracujá
  14. Sugestão de suco para uma boa qualidade de sono – Bater 1 kiwi, 1 maracujá com 150ml de cha de camomila gelado!
  15. Óleo Essencial de lavanda – é recomendado para cheirar antes de dormir, ou colocar gotinhas no travesseiro.
  16. Sugestões de alimentos para serem consumidos 2 horas antes de dormir – abacate/banana/castanhas
  17.  Controle a sua carga glicêmica – não coma alimentos de alto IG antes de dormir. 

Espero ter ajudado a melhorar a qualidade da sua noite de sono e o seu estilo de vida.

Gostou das dicas? Confira muito mais nas minhas páginas no Facebook e Instagram. Não deixe de acompanhar meu blog e ficar por dentro de todos os segredos para manter seu corpo com saúde.

 

Beijos da Nutri!

Dicas Fit

O papel da nutrição na Síndrome dos Ovários Policisticos

novembro 6, 2019
síndrome dos ovários policísticos

A Síndrome dos Ovários Policisticos se caracteriza por alguns sinais e sintomas clássicos. Não é Cisto no Ovário e muito menos se diagnostica só por exames de imagem. A Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) tem como principal determinante –  a característica do aumento dos Hormônios Andrógenos (ou seja. Hormônios Masculinos: Androstenediona, DHT, Testosterona Total, Testosterona Livre e(ou) DHEA).

Isso pode ser devido à uma Insulina elevada, que estimula os Ovários a produzirem estes hormônios e, consequentemente, a mulher pode ter um maior acúmulo de gordura corporal, principalmente em regiões do abdômen & costas.

Outro ponto forte, derivado desta alteração hormonal, é a presença de pêlos, principalmente na lateral do rosto e queixo. Acne, pele e cabelos oleosos, assim como queda de cabelo, irregularidade menstrual, ganho de peso e dificuldade para engravidar. Ainda não é sabido qual a real causa da SOP.

A SOP tem uma caraterística de inversão do LH e FSH, e uma deficiência de Progesterona. Isso pode acontecer após anos de uso de Anticoncepcionais  ou, ser natural desta mulher.

Como nutricionalmente podemos ajudar uma mulher com SOP? FAzendo uma alimentacao detoxificante e antiinflamatoria,e controlar a glicemia.

 

A nutrição no controle da Síndrome dos Ovários Policisticos

Ai vão algumas dicas:

  • Retirar Laticínios de Vaca – Ricos em Leucina (aumenta Insulina) e, potencialmente inflamatório (Caseína), principalmente quando falamos em Leite de baixa qualidade.
  • Retirar Glúten – Principalmente os alimentos processados.
  • Retirar Corantes, Adoçantes & Conservantes artificiais
  • Cuidar do consumo e exposição excessiva à Metais Pesados: Mercúrio, Alumínio, Chumbo…
  • Cuidar do consumo excessivo de Carboidratos – principalmente os refinados como Farinhas, Pães, Massa, Bolos, Biscoitos, Açúcar…
  • Cuidar dos Disruptores Endócrinos como BPA, Agrotóxicos..
  • Utilizar estratégias anti inflamatórias como Chás (Moringa, Dente de Leão, Tulsi, Gengibre, Canela…), Própolis, Frutas Vermelhas, Açaí Natural, Cacau & Chocolate Amargo
  • Preferir COMIDA DE VERDADE, consumir Boas Gorduras e não temer a Gordura Natural do alimento, a fim de favorecer um ambiente propício para o corpo produzir hormônios corretamente.

 

Gostou da dica? Continue acompanhando o meu blog e veja muito mais!

Aproveite para me acompanhar também no Instagram e no Facebook. Tenho conteúdos exclusivos para você!

Beijos da nutri!

Dicas Fit

Quando sair da dieta não é um problema?

outubro 30, 2019
Quando sair da dieta não é um problema?

Muitas pessoas têm dúvidas sobre quando sair da dieta . Mas uma coisa é certa: as únicas pessoas que devem saber sobre quando e/ou como “jacar” são você e seu nutricionista. Não saia contando pra todo mundo sobre sua dieta, assim ninguém fica te enchendo à toa com aquela história de “só um pedacinho”, né ?

 

Você está disposto a atingir seu objetivo, independente de qual seja? Entao vai te exigir sacrifícios no inicio, nao digo em restrições, mas sim em saber fazer as melhores escolhas. Acompanhe mais e tire suas dúvidas para quando sair da dieta sem exageros.

 

Quando sair da dieta e “jacar” sem culpa?

 

Crie exceções que REALMENTE valham a pena pra VOCÊ e para mais ninguém. Por exemplo: um doce feito pela sua avó, que possui valor afetivo, um prato delicioso do seu restaurante favorito, uma sobremesa que vale cada garfada, o seu aniversário, um evento gastronômico imperdível, ou uma viagen!  Esse tipo de experiência nutre a alma! Permita-se. ㅤ

 

Mas “jacar” por algo que não vale a pena é pura gula, ansiedade e compulsão e isso, na minha opinião, muitas vezes precisa ser tratado com psicólogo, pois você pode estar jogando suas frustrações na comida. 

 

Não estipule um dia fixo para criar exceções. Não existe regra para “jacar” no sábado ou no domingo à noite. Qual o problema se a permissão ocorrer numa quarta-feira? As ocasiões são imprevisíveis. Pode ser que, em um dos seus finais semana, você fique em casa sem eventos e sem motivos para “sair da dieta”. E aí você vai comer uma besteira no sábado porque esse é o tal dia estipulado para isso?

 

Jaquei, e agora?

Extrapolou mais do que deveria? Ok! Ninguém vai morrer quando sair da dieta. Basta retomar sua rotina na refeição seguinte e vida que segue. E, por favor, não deixe para recomeçar na segunda-feira porque isso autossabotagem purinha. 

Gostou da dica? Não tenha medo de ser flexível, desde que não exagere. Para saber quando sair da dieta sem perder o foco, consulte com regularidade o seu nutricionista. Beijos da Nutri

Dicas Fit

Principais erros no processo de emagrecimento

outubro 23, 2019
Processo de emagrecimento

Todo mundo sabe que, se o objetivo é emagrecer com saúde, o melhor a fazer é procurar profissionais capazes de recomendar uma rotina alimentar e de exercícios adequada para o seu corpo. Mas até aqueles que já buscaram o acompanhamento adequado também erram durante o processo de emagrecimento.

A ansiedade na hora de ver os resultados do seu esforço é o combustível para cometer erros que podem comprometer a silhueta fininha que você tanto deseja.  Mas para tudo tem uma solução! Algumas pequenas mudanças de comportamento já são suficientes para te colocar de volta nos trilhos.

Vamos ver como reconhecer se você está cometendo um ou mais erros que podem atrapalhar o seu processo de emagrecimento? Vem com a Nutri!

A importância de emagrecer com saúde

 

Uma alimentação saudável é o passo mais importante para o processo de emagrecimento. Mais que uma dieta, uma reeducação alimentar deve ser composta pela quantidade certa de frutas, legumes e grãos integrais. E, ao contrário do que pode parecer, não significa se livrar do que você ama, apenas garantir que você consuma mais alimentos bons do que ruins.

 

Outra coisa muito importante para perder peso é uma rotina de exercícios. Se movimentar e comer corretamente é fundamental no processo de emagrecimento, para garantir que você não coma mais do que é capaz de gastar. A atividade física não apenas ajuda você a perder e manter o peso, mas também oferece outros benefícios, como sensação de bem estar.

 

 

Identifique os erros no processo de emagrecimento

Para ajudar a saber se você comete algum erro quando o assunto é perder peso com saúde, preparei uma lista com comportamentos comuns em pacientes que me procuram com o objetivo de emagrecer. Confira:

 

  1. Se pesar diariamente;
  2. Ter pressa. Me diz uma coisa, quanto tempo você levou para engordar?;
  3. Não saber dizer não. Recusar “besteiras” deve fazer parte do processo inicial;
  4. Se matar na atividade aeróbica e não praticar musculação;
  5. Trocar refeições por shake industrializados;
  6. Trocar tudo por light, diet e zero;.
  7. Beber pouca água;
  8. Cumprir a dieta de segunda a quinta e jacar sexta, sábado e domingo; 
  9. Fazer dietas extremamente restritivas;
  10. Contar calorias;
  11. Contar pra todo mundo que está em “dieta”. As pessoas acabam te atrapalhando, melhor guardar isso pra você;
  12. Fazer dieta da revista ou da amiga sem procurar ajuda de um nutricionista qualificado; 
  13. Reclamar que já fez de tudo. A positividade e otimismo mudam vidas!

 

E aí, quais os obstáculos que você põe no seu próprio caminho na hora de emagrecer? Reconhecer é o primeiro passo para mudar seu comportamento e começar a fazer tudo da forma correta.

 

Quer uma melhor orientação para não pecar no processo de emagrecimento? Agende uma consulta e eu vou adorar te explicar!

Beijos da Nutri!

Dicas Fit

Como escolher o pão ideal para o consumo?

outubro 16, 2019
Como escolher o pão ideal

O pão é um alimento que está na mesa de todos os brasileiros e brasileiras, seja no café da manhã. Mas apesar de ser tão comum, são muitas as variações. Sem glúten, integral, multigrãos… Nesse mar de opções, fica difícil saber como escolher o pão ideal para a sua saúde e necessidades nutricionais.

 

Vamos tirar essa dúvida? A Nutri te ajuda a fazer a escolha certa. Acompanhe aqui!

 

Como escolher o pão certo?

 

Muito é falado por aí sobre a necessidade de substituir o pão branco tradicional pelo pão integral, afinal o segundo possui uma maior concentração de fibras. Uma dica é: normalmente, quanto mais seco e firme, mais fibras tem o pão.

 

Como qualquer produto industrializado, a lista de ingredientes é que vai ditar a qualidade do produto. O verdadeiro pão integral deve ter como PRIMEIRO ingrediente a farinha de trigo integral e não a farinha branca enriquecida com ácido fólico e ferro. 

 

A partir daí já começa uma boa alternativa de como escolher o pão correto, porque são poucas as marcas que têm a farinha integral como primeiro ingrediente. Em seguida, o ideal é aparecer as sementes e grãos como gérmen de trigo, aveia, centeio, linhaça, chia e etc.

 

Açúcar e óleo normalmente estarão, na esmagadora maioria das vezes, presentes em um pão de supermercado. Então, que tal optar por aquele em que esses ingredientes estão lá no final da lista? Observe bem a embalagem e faça essa seleção.

 

Um alerta! É muito importante ter atenção ao teor de fibras, pois um bom pão deve conter acima de 2g de fibra POR PORÇÃO! Ou seja, essa quantidade deve estar presente em 2 fatias, e não no pacote todo.

 

Uma última dica é: fuja dos pães com uma lista de ingredientes enorme, com adoçantes artificiais, aromatizantes, conservantes e nomes que você nunca ouviu falar! Normalmente, nele estarão alguns componentes muito prejudiciais para a sua saúde e você sequer saberá identificar quais são.

 

Receita especial

 

A dúvida é muito comum quando o assunto é como escolher o pão ideal. Para fugir dos problemas, sempre que dá eu prefiro fazer o meu próprio pãozinho. Além de saudável, você pode ter certeza dos ingredientes que compõem o seu alimento. De quebra, consegue criar uma relação de proximidade e tornar o ato de se comer ainda mais divertido.

Aí vai a receitinha para 1 pãozinho individual bem simples: 

 

Ingredientes: 

 

1 ovo 

1 colher de sopa cheia de aveia ou farinha de amêndoas 

1 colher de sopa cheia de iogurte natural ou cottage 

1 pitadinha de fermento.

 

Modo de fazer: 

 

Leve ao microondas por 2 minutos em recipiente de vidro e depois recheie como quiser (você pode utilizar queijo, frango desfiado, geleia sem açúcar etc..).

 

Curtiu essa dica? Acompanhe mais nas minhas redes sociais e aqui no blog

Beijos da Nutri!

Dicas Fit, Saúde

Desmistificando a água com gás

outubro 9, 2019
desmistificando a água com gás

Não é novidade que beber água é fundamental para o bom funcionamento do nosso organismo, afinal é ela quem realiza as funções vitais. Mas e a água com gás, é saudável? Será que engorda? E a celulite? É muito comum pacientes chegarem com essas dúvidas nos consultórios. 

São muitas as informações erradas encontradas por aí. Então vamos saber a verdade sobre essa história, vem com a nutri!

 

O que é a água com gás?

A água com gás é feita através da dissolução do dióxido de carbono na água pura e sem gás. Nesse caso, apenas são adicionadas bolhas durante o processo, o que significa que você pode colher algumas das mesmas recompensas saudáveis ​​da versão tradicional, enquanto desfruta de uma bebida refrescante e diferente. 

Ela contém uma pequena concentração de sódio, insuficiente para apresentar riscos para a sua saúde. As águas minerais, por exemplo, também são acrescidas da mesma substância em proporções iguais ou muito semelhantes. A quantidade de sódio presente na água com gás, varia de acordo com o fabricante.

 

A água com gás no seu organismo

Assim como qualquer bebida ou comida que você coloca para dentro do seu corpo, a água com gás tem seus prós e contras. Mas o que talvez você não saiba é que, se consumida com moderação, ela pode ser sim muito benéfica para a sua saúde.

O primeiro mito que precisa cair de uma vez por todas é o de que causa celulite. As celulites são alterações causadas pelo acúmulo de gordura nas células. Por ter sua fórmula natural modificada apenas pela gaseificação, não apresenta nenhum risco nesse sentido. Além disso, seu pH gira em torno de 5 e 6, portanto não faz mal aos dentes

Veja algumas funções da bebida para o seu organismo e para o seu dia a dia:

 

  • Ótima fonte de hidratação

 

Nosso corpo é composto por aproximadamente 60% de água, mas perdemos parte do nutriente durante as atividades do dia a dia. Para repor essa quantidade, o ideal é consumir ao menos 2 litros de água por dia. 

Beber água com gás oferece os mesmos benefícios de saciar a sede de água pura. Isso, é claro, se for filtrada e não vier de procedência duvidosa. Portanto, da próxima vez que estiver com sede, que tal variar tomando aquela água com gás bem gelada?

 

 

  • Pode substituir o refrigerante

 

Por ser gaseificada, pode ser uma ótima alternativa para quem deseja abandonar o consumo de refrigerantes, ou outras bebidas prejudiciais para a saúde. Preste atenção, diferente da água tônica, a água com gás não é acrescida de açúcares e/ou adoçantes.

Uma dica: procure aromatizar sua bebida com frutas, assim você garante um sabor especial, sem a adição de componentes artificiais. Uma boa pedida é adicionar limão (espremido ou em rodelas, abacaxi, hortelã, frutas vermelhas, ou diluí-la no suco de uva integral.

 

 

  • Alerta para o desconforto gástrico

 

Infelizmente, não só de vantagens é feito o consumo.. Por ser gasosa, pode trazer desconforto gástrico ou distensão abdominal com o consumo excessivo. Então, nada de viver de água com gás, ok? Nada melhor que beber a boa e velha água natural!

Pessoas com distúrbios gastrointestinais devem ter ainda mais moderação no consumo da bebida. O ideal é evitar beber a versão gaseificada.

 

Conclusão

Por fim, posso dizer que recomendo sim o consumo de água com gás. Lembrando de sempre ter moderação e prestar muita atenção na embalagem e na procedência daquilo que você ingere.

Para ver mais dicas de como cuidar muito bem da boa forma e da saúde do seu corpo, veja mais posts aqui do meu blog.

Beijos da Nutri!

Dicas Fit

Tudo que você precisa saber sobre jejum intermitente

setembro 25, 2019
jejum intermitente

Você sabia que praticar o jejum intermitente, vai muito além do que perder peso?

 

Essa é uma estratégia que sou muito fã e recomendo aos meus pacientes, desde que sigam com muito cuidado e com as orientações necessárias. 

 

Continue a leitura, e confira algumas dicas de como iniciar o jejum intermitente de modo saudável.

 

Benefícios do jejum intermitente

 

1) Aumenta a energia;

2) Diminui a fome;

3) Ajuda a quebrar vícios em açúcar;

4) Ajuda na desintoxicação do corpo – elimina as toxinas;

5) Perda de peso; 

6) Promove equilíbrio hormonal saudável;

7) Aumenta a capacidade do corpo de Prevenir e Combater Doenças como: diabetes tipo 2, Alzheimer e Parkinson; 

8) Promove a autofagia;

9)Aumenta a clareza dos pensamentos e raciocínio.⠀⠀⠀⠀

 

Estratégias para começar o jejum intermitente

 

1) Comece aos poucos, fazendo jejuns mais curtos, como o de 12 hrs: 

 

Por exemplo, pare de comer às 20h e retorne a alimentação às 8h do dia seguinte; 

 

2) Quebre seu jejum com gorduras boas e proteínas: 

 

Abacate, ovos, salmão, azeite e óleo de coco são ótimas dicas;

 

3) Faça exercício físico:

 

Exercícios físicos podem ser feitos em jejum, desde que você já esteja adaptado a técnica e não se sinta fraco;

 

4) Se não conseguir fazer o jejum intermitente na primeira ou na segunda tentativa, não se preocupe:

Com o tempo, seu corpo vai se acostumando com o jejum, e a fome vai indo embora, pois o próprio jejum inibe o hormônio da fome. 

6)Jejum acima de 16h são mais efetivos para a perda de gordura;

7) Durante o jejum pode beber água, chás e café. Mas,sem adoçantes ou açúcar, é claro né?!

 

Gostaram das dicas? É importante entender que cada corpo funciona de uma maneira diferente. Por isso, converse com  seu nutri ou médico de confiança para avaliar se é possível fazer o jejum no seu caso. Beijo da nutri.

Dicas Fit, Saúde

Descubra os benefícios do inhame

setembro 18, 2019
Benefícios do inhame

São muitos os benefícios do inhame para o nosso organismo. Porém muitos pacientes ainda me questionam porque oriento à nutrição adicionar o tubérculo em seus planos alimentares. 

Continue a leitura, e descubra o porquê de introduzir no meu cardápio e no plano alimentar dos meus pacientes esse alimento tão rico.

 

Principais benefícios do inhame

1) As fibras do Inhame retardam a taxa com que os açúcares são liberados e absorvidos pela corrente sanguínea. Além disso, quando ingerido dá uma sensação de saciedade auxiliando no controle do peso;

 

2) É uma boa fonte de Manganês, um mineral que ajuda no metabolismo sendo um cofator de várias enzimas importantes na produção de energia e de defesas antioxidantes, combatendo os radicais livres;

 

3) O inhame é uma boa fonte de Uma boa fonte de Vitamina B6, um nutriente necessário para o corpo e que ajuda a quebrar a homocisteína, um aminoácido que pode danificar diretamente as paredes dos vasos sanguíneos.  Além disso, a ingestão adequada de vitamina B6 tem demonstrado reduzir o risco de doença cardíaca e inflamação;

 

4) O inhame é uma boa fonte de Potássio, o que ajuda a controlar a pressão arterial. O inhame baixa a ingestão de potássio, especialmente quando combinado com a ingestão elevada de sódio, que muitas vezes pode levar à hipertensão. 

 

Esse alimento também possui uma ótima fonte de vitamina C, que diminui a pressão arterial e garante a dilatação adequada dos vasos sanguíneos, melhorando o fluxo sanguíneo para o coração, e na prevenção de doenças como aterosclerose, colesterol alto e insuficiência cardíaca congestiva;

 

5) O inhame fortifica os gânglios linfáticos, que são os postos avançados de defesa do sistema imunológico. É um dos alimentos medicinais mais eficientes: faz muitas impurezas do sangue saírem através da pele, dos rins e dos intestinos;

 

6) Em tempos de surto, a presença do inhame no sangue permite uma reação imediata à invasão do mosquito da dengue, febre amarela e malária. Os nutrientes agem neutralizando o agente causador da doença antes que ele se espalhe pelo corpo. 

 

Além disso, auxilia na melhoria dos sintomas das pessoas já infectadas. Eu consumi bastante na época que estava gravidinha.

Preparei uma receitinha deliciosa para você fazer com o inhame. Confere no meu post: Inhame: um carboidrato do bem

Enriqueça seu plano alimentar com inhame e aproveite os benefícios! Beijo da nutri.

Dicas Fit

Suplementação de Ômega 3

setembro 4, 2019
mesa com alimentos fonte de ômega 3

A cada dia, mais pessoas passam a se beneficiar com a suplementação Ômega 3!  Um ácido graxo poli-insaturado de cadeia longa que desempenha funções importantes como:

1) Melhoria de processos inflamatórios;

2) Redução de triglicerídeos;

3) Adjuvante no tratamento da depressão;

4) Prevenção da resistência insulínica.

Tomo suplementos de Ômega 3 há alguns anos, mas dei uma atenção ainda maior na minha gestação, principalmente porque a fração do DHA presente no Ômega auxilia na formação cognitiva, visual e ainda previne a depressão pós-parto.

Sua ação na obesidade também já é bem documentada. A gordura tem caráter inflamatório, sabe-se que muitas doenças secundárias à obesidade têm sua origem na inflamação do tecido adiposo, então nada melhor que uma dieta anti-inflamatória aliada ao poder do Ômega 3.

Pessoas com alergias a frutos do mar ou veganas podem se beneficiar do óleo de linhaça, que também é fonte do nutriente. Lembre-se: é muito importante conhecer a origem do suplemento e garantir que o mesmo possua certificado de qualidade (pureza) e que seja livre de metais pesados. Verifique se a Vitamina E está presente na composição do produto, pois essa vitamina atua como antioxidante, o que mantém a qualidade do óleo.

Como saber se estou consumindo um Ômega 3 de qualidade?

Um teste caseiro e muito simples, pode avaliar o Ômega 3 que tomamos a cada dia! Basta colocar uma cápsula no congelador por, no mínimo, 3 horas e avaliar após sua retirada. O suplemento de boa qualidade livre de contaminação ou substâncias que inviabilizam o uso não congela!

Caso a cápsula gelatinosa congele e seu ponto de fusão ultrapasse mais de 10 segundos para ser alcançado apenas com o calor proveniente da temperatura dos dedos, prova que não é só Ômega 3 que possui na cápsula!

Agora que você já conhece os benefícios e o teste de qualidade do Ômega 3, que tal começar a consumi-lo? Converse com seu médico ou nutri para saber como implementá-lo em sua dieta. Beijo da nutri.

Dicas Fit, Fitness

Pré e pós-treino: O que comer, nutri?

agosto 28, 2019
Se essa for a sua dúvida, confira no blog as melhores estratégias para o seu pré e pós-treino, de acordo com o seu objetivo.

Sabemos o quanto é importante aliar a prática de exercícios físicos à alimentação para atingir seu objetivo, como por exemplo: melhorar desempenho, ganhar massa muscular, emagrecimento, etc.

A principal  dúvida de vocês no consultório é:  “O que comer antes e depois do treino?”. Isso vai depender de uma série de variáveis, tais como:⠀

1) O que você consome ao longo de todo o seu dia alimentar?

2) Que exercício você pratica? Corrida,  Musculação, Crossfit,caminhada, bike?

3) Qual a frequência, intensidade e volume desses treinos?

4) Qual horário do dia que faz esse exercício?

5) Qual o seu objetivo com esse exercício? Performance, hipertrofia, emagrecimento?

Se essa for a sua dúvida, continue a leitura e descubra as melhores estratégias para o seu pré e pós-treino, de acordo com o seu objetivo. 

Melhores estratégias 

Normalmente, a refeição pré-treino é composta por alimentos que são fontes de carboidratos, tais como: frutas, batatas, aipim, arroz e pão integral de boa qualidade. São alimentos que fornecem energia de forma mais rápida e efetiva para os músculos. 

Já no pós-treino, normalmente prioriza-se alimentos ricos em proteínas, como ovos, iogurte de boa qualidade, carne, ave, peixe e Whey Protein.

Mas, atenção galera!!! Essas sugestões não são regras, ok?! 

Para quem busca emagrecer, por exemplo, talvez o pré-treino possa ser alguma boa gordura ( abacate, café com óleo de coco e manteiga, coco seco, castanhas..), e o pós-treino imediato ideal seja apenas água e só se alimentar algum tempo depois, a fim de aproveitar o estado de “queima de gordura” que o exercício geralmente ativa no metabolismo. 

Já quem quer desempenho, ganho de força e/ou volume muscular, associar alimentos que são fontes de carboidratos é uma ótima estratégia no pós-treino!

Dicas de alimento para o pré-treino

É Importante chamar a atenção para alguns alimentos que todo praticante de exercícios deveria tentar incluir num pré-treino devido seu perfil de compostos bioativos, que atuam melhorando força e/ou rendimento e/ou recuperação das fibras musculares: 

1) Água: Um organismo desidratado não rende no treino, leva mais tempo para se recuperar depois de um exercício intenso, e está mais propenso a lesão;⠀

2) Beterraba, melancia e cacau: Esses três alimentos são importantes para o pré-treino, pois possuem um efeito vasodilatador, otimizando a chegada de oxigênio e nutrientes para as fibras musculares;

3) Café (exceto em treinos noturnos!) e Aveia: Esses alimentos podem ajudar na recuperação muscular após um exercício intenso, minimizando possíveis dores musculares.

Espero que tenham gostado dessas dicas! Beijos da nutri.