Saúde

Fome e vontade de comer

janeiro 10, 2018

 

Você sabe a diferença entre fome e vontade de comer? Eu sempre reforço aos meus pacientes a diferença entre as duas coisas. A fome é fisiológica, mediada por hormônios (cortisol, grelina…), já a vontade de comer vem da emoção, ansiedade… A famosa gula!
No vídeo de hoje mostro como diferenciar a fome e vontade de comer!

Por que acontece esse desequilíbrio entre fome e vontade de comer por gula?

Vale lembrar que o cérebro confunde nossas sensações. É muito comum ter a sensação de fome, mas na verdade ser apenas falta de água no seu corpo. Além disso, a falta de ingestão hídrica pode ocasionar ansiedade e compulsividade. Por isso, é muito importante sempre manter-se hidratado!

Falta de nutrientes

A falta de alguns nutrientes específicos também ajuda no aumento da fome. É o caso da gordura, da fibra e da proteína.
Em uma alimentação saudável, é necessário consumir gorduras boas e naturais (abacate, azeitona, oleaginosas…), fibras (chia, farelo de aveia, etc) e proteínas (grão de bico, quinoa, etc). Esses nutrientes ajudam na sensação de saciedade pois faz com que o esvaziamento gástrico seja mais lento.

♥ Dica da Nutri:  Retenção de líquido, celulite, flacidez? Como combater!

Fora dos fatores nutricionais, existem fatores psicológicos que podem aumentar nossa fome e vontade de comer também. É preciso investigar junto com médicos e psicólogos para a melhor solução.

Atenção: muito cuidado com remédios anorexígenos, ou seja, que tiram a fome! Esses remédios não fazem você entrar no estilo saudável, muito pelo contrário. A partir do momento que seu uso acaba, a vontade de comer e a fome voltam justamente porque seu corpo não foi condicionado para o estilo de vida saudável.

É importante lembrar que as pessoas que emagrecem e engordam num efeito sanfona não aderiram ao estilo de vida saudável. Quem entra num estilo de vida saudável aprende a comer, aprende a diferenciar fome e  vontade de comer por ansiedade, gula ou motivos emocionais.

♥ Dica da Nutri:  8 frutos do mar que mais indico para os meus pacientes e porquê

Reforço também que existem pessoas, mulheres principalmente, com desequilíbrio hormonal, o que favorece a compulsão alimentar. Mas, com a nutrição e uma dieta balanceada, é possível modular esses fatores.

Caso esteja com dificuldades para perceber a diferença entre fome e vontade de comer, consulte sua nutri!

Veja também

Comentários

Deixe uma resposta